Deixe sua avaliação

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, afirmou nesta segunda-feira (15) que a equipe econômica tem trabalhado para retomar o patamar de 18,5% de arrecadação em relação ao Produto Interno Bruto (PIB).

Ele disse ainda que continuarão sendo revistos os gastos tributários para equalizar as contas públicas, de uma forma que a despesa caia menos que 19% e ainda assim seja possível cumprir as regras fiscais.

Às vésperas da divulgação do Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) de 2025, Haddad reforçou que o quadro de déficit não é novidade no país e que desde 2015 o Brasil enfrenta este cenário estrutural nas contas públicas.

O ministro repetiu que o esforço é para colocar ordem no quadro fiscal.

Haddad citou ainda que a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a revisão da vida toda permitiu manter a meta primária de déficit zero em 2025, que será divulgada às 16h30 (de Brasília) no PLDO.

Ele afirmou que, sem essa medida, haveria déficit nas contas no ano que vem.

Este conteúdo foi originalmente publicado em Haddad mira retomar patamar de arrecadação em relação ao PIB para 18,5% no site CNN Brasil.