Deixe sua avaliação

A frente fria associada a um ciclone extratropical que se formou no Uruguai, nesta segunda-feira (15), intensificará as chuvas na região sul do Brasil. Apesar de o ciclone não passar no país, o sistema levará instabilidade para os estados do Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina.

De acordo com a Climatempo, a frente fria deve chegar na madrugada de terça-feira (16) no sul do país. A faixa oeste de Santa Catarina, as regiões das missões e parte das campanhas gaúchas podem ter acumulados de chuvas acima de 100mm, além de rajadas de ventos entre 51 e 70km/h.

No último final de semana, tanto o estado catarinense quanto o gaúcho enfrentaram dias chuvosos. Nas regiões de Santo Amaro da Imperatriz, em Santa Catarina, os acumulados de chuva chegaram a 400mm. Nas cidades de Biguaçu, Praia Grande, São José, Águas Mornas, Antônio Carlos e Garopaba, em três dias, o acumulado foi de 300mm.

Em Morrinhos do Sul, Ibirubá e São Francisco de Assis, no Rio Grande do Sul, os acumulados também se aproximaram de 90mm.

Apesar de não ter grandes expectativas de chuvas, o oeste do Paraná está em alerta para temporais ao longo da terça-feira (16), assim como a faixa central e sudeste de Santa Catarina e a região norte, serrana e metropolitana do Rio Grande do Sul. Em Tramandaí e Laguna, as rajadas de vento podem chegar a 90km/h.

A Climatempo alerta que a região central e leste do Paraná, apesar de não ter previsão de acumulados elevados de chuva, devem estar em alerta para condições meteorológicas adversas e que possam causar transtornos locais.

Este conteúdo foi originalmente publicado em Frente fria associada a ciclone extratropical deixa sul do Brasil em alerta no site CNN Brasil.