Deixe sua avaliação

A ministra de Relações Exteriores da Argentina, Diana Mondino, disse nesta segunda-feira (15), ao comentar os embates entre o empresário Elon Musk e o Supremo Tribunal Federal (STF), que a Argentina jamais vai interferir no processo democrático de outro país.

“Os temas internos e judiciais de cada país são os próprios de cada país. O governo argentino jamais vai interferir no processo democrático ou processo judicial de cada país. Confiamos na justiça de cada país. E nós defendemos a liberdade de expressão em todos os sentidos”, afirmou a ministra.

Nos últimos dias, Musk fez uma série de críticas ao ministro Alexandre de Moraes, do STF. O empresário ameaçou liberar contas na rede social que haviam sido bloqueadas por decisões judiciais. As postagens levaram Moraes a incluir o empresário no inquérito das milícias digitais.

Na sexta-feira (12), o presidente argentino, Javier Milei, ofereceu ajuda a Musk para lidar com a disputa envolvendo o X no Brasil. Milei e Musk se encontraram nos Estados Unidos.

No Itamaraty, a avaliação é de que Diana Mondino é mais moderada que Javier Milei e, por isso, tenta tirar o foco das polêmicas causadas por falas do presidente.

Segundo o governo brasileiro, a reunião bilateral com a chanceler tratou de temas como a infraestrutura física nas fronteiras, a cooperação em assuntos de energia e de defesa, a Hidrovia Paraguai-Paraná, além do fortalecimento do Mercosul e dos processos de integração regional. O embate entre Musk e Moraes não estava previsto.

Este conteúdo foi originalmente publicado em Argentina jamais vai interferir no processo de outro país, diz chanceler no site CNN Brasil.